sexta-feira, 17 de julho de 2015

Sangue de Pantera

Cat People (1942) EUA

Irena Dubrovna é uma sérvia que trabalha com desenho de moda. Ela e o americano Oliver Reed se conhecem num zoológico, se apaixonam e casam-se. Mas logo começam a ter problemas, quando Irena acredita ser descendente de uma raça de mulheres-monstros que se transformam em onça negras sedentas por sangue assim que são beijadas ou sentem ciúmes. O filme se encerra com alguns versos dos Sonetos Sacros de John Donne.



Durante a primeira metade do século XX, os filmes de Horror do estúdio Universal dominaram amplamente a produção do gênero. Conquistando grande sucesso entre o público, a Universal não deixava muito espaço para a concorrência. O que restava aos demais estúdios era produzir filmes de baixo orçamento (filmes-B) e com retorno garantido. Esta estratégia de filmes-B foi utilizada pela RKO Radio Pictures para sair de uma grave crise financeira. Responsável pela produção de grandes filmes, entre eles os dois primeiros filmes de Orson Welles (Cidadão Kane e Soberba), o estúdio estava em péssimas condições no início da década de 1940, o que provocou uma profunda reorganização de suas atividades. Por isso, investiu em filmes baratos, apostando na possibilidade do retorno financeiro mais rápido. O produtor Val Lewton foi escolhido como o responsável pelos filmes de horror do estúdio, com grandes liberdades de filmagem, desde que a baixo custo (com um teto orçamentário de US$ 150.000).
Para sua primeira produção, Lewton escalou o diretor Jacques Tourneur, um francês de carreira ainda pouco expressiva, para as filmagens de Sangue de Pantera. Esta parceria obteve resultados expressivos, de público (com um orçamento inferior ao teto estabelecido, o filme obteve mais de US$ 2.000.000 nas bilheterias) e posteriormente da crítica. O sucesso garantiu a realização de mais dois filmes: I Walked with a Zombie e O Homem Leopardo, ambos de 1943. Estas obras, muito menos conhecidas do que os clássicos da Universal, ajudaram a recuperar o estúdio, mas o mais importante é que se afastaram bastante das fórmulas adotadas pela concorrente, apostando numa sutileza e num clima de mistério muito diferente dos monstros da Universal.
Para contextualizar historicamente o filme, o mercado hollywoodiano de filmes de terror era amplamente dominado pela Universal e seus monstros DráculaFrankenstein, A MúmiaO Lobisomem, etc. Com grandes orçamentos e sucessos de bilheteria, restava aos outros estúdios fazerem os filmes B. E daí que entra na jogada a RKO Radio Pictures, responsável outrora por grandes produções, entre elas Cidadão Kane, de Orson Wells, mas que estava em péssimas condições financeiras e precisava fazer dinheiro rápido com custos baixíssimos de produção, algo que gastasse no máximo 150 mil dólares, imagine. O produtor Val Lewton foi o escalado para cuidar do departamento de filmes de terror da RKO, e o primeiro deles, foi Sangue de Pantera.
E o filme virou um sucesso de público e crítica, começando o movimento de tirar o estúdio do buraco e financiar outras produções de terror.
Download:

Tipo de Arquivo: Mkv
Tamanho do Arquivo: 2.1 Gb
Legendas Separadas









Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...